Últimos assuntos
» Chalé 1: Zeus
Seg Jul 09, 2018 8:32 pm por Névoa

» Poderes e Habilidades dos Filhos de Apolo/Febo
Sex Jun 01, 2018 1:13 pm por Névoa

» Templates
Ter Maio 29, 2018 8:49 pm por Hefesto

» Classificados de Trama
Seg Maio 28, 2018 1:02 am por Névoa

» Classificados dos Itens
Seg Maio 28, 2018 1:02 am por Névoa

» Classificados dos Aprendizes
Seg Maio 28, 2018 1:01 am por Névoa

» Classificados dos Mestres
Seg Maio 28, 2018 1:01 am por Névoa

» Novidades da Staff
Qui Maio 17, 2018 1:13 am por Névoa

» Novidades dos Cargos
Qui Maio 17, 2018 1:13 am por Névoa

» Mídias
Qui Maio 17, 2018 1:11 am por Névoa


Sistema de Encantamentos e Runas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sistema de Encantamentos e Runas

Mensagem por Névoa em Qui Abr 05, 2018 2:35 pm

Encantamentos e Runas
UNDER THE MIST
Laboratórios de Magia

Os laboratórios de magia são os principais locais nos quais os personagens que possuem alguma ligação direta com magia podem atuar, criando encantamentos, poções, essências e runas que podem garantir efeitos práticos nas mais diversas situações. Ambos os acampamentos possuem laboratórios comunitários para aqueles que fazem apenas uso casual dessa prática, mas também permitem a criação de pequenos laboratórios pessoais para aqueles que pretendem fazer desta arte um verdadeiro trabalho.

Personagens que possuem alguma ligação direta com magia podem abrir gratuitamente os seus laboratórios na área específica do acampamento em que vive. Sendo assim, personagens com legado simples de deuses relacionados à magia não possuem a capacidade necessária para a realização de encantamentos, ainda que legado completo permita tal acesso. Depois de aberto, o laboratório precisa de pelo menos uma atividade registrada até o fim de cada semestre para se manter ativo. Os tópicos que não registrarem alguma atividade até as datas estipuladas abaixo serão automaticamente movidas da área de laboratórios ativos para a de laboratórios inativos, que não podem ser utilizados até a sua reativação.

O primeiro semestre será encerrado no dia XX/YY/2019
O segundo semestre será encerrado no dia XX/YY/2019

A reativação de um laboratório deve ser feita no tópico de reativação a qualquer momento, mas ocasiona em uma multa de 2500 dracmas pela inatividade.

Nível do Encantador

Para poder abrir seu próprio laboratório e trabalhar por conta própria é necessário que o personagem possua no minimo nível 20, pois só então se torna plenamente capaz de começar a trabalhar sozinho com a magia em âmbito de criação e encantamento. Ainda assim, é possível trabalhar com algumas poções e essências nos laboratórios comunitários ainda no nível 15.

A partir dos níveis mínimos, o poder das criações torna-se maior e os riscos menores de acordo com a evolução do personagem.

Níveis Mínimos

• 20 - Runas Básicas;
• 30 - Runas Intermediárias;
• 50 - Runas Avançadas.

• 15 - Poções Iniciantes;
• 30 - Poções Intermediárias;
• 50 - Poções Avançadas.

• 15 - Trabalhar com Essências.

Esses níveis dizem respeito à lista de runas e poções que podem ser utilizadas pelo personagem, mas não garantem a força ou qualidade das determinadas criações.

Força dos Encantamentos

Os encantamentos podem atingir diferentes níveis de força e extensão de acordo com o nível do encantador. Para fins interpretativos, a divisão é feita entre encantamentos comuns, intermediários, épicos e lendários, onde cada nível representa as limitações e a força do encantamento.

O nível da força do encantamento de um item sempre leva em consideração a runa mais fraca utilizada no processo. Portanto, se for aplicado em um mesmo item uma runa básica de nível épico junto de uma runa avançada de nível intermediário, o item receberá o status e as características gerais de um item intermediário como um todo. Também não é garantido que o dano e a durabilidade de um efeito alcance sempre o máximo estipulado no nível de força do encantamento, sendo isso variável de acordo com cada caso e com a qualidade do post de criação.

Comum: XX de dano máximo nos efeitos e duração máxima de 1 turno;
Intermediário: XX de dano máximo nos efeitos e duração máxima de até 2 turnos;
Épico: XX de dano máximo nos efeitos e duração máxima de até 3 turnos;
Lendário: XX de dano máximo nos efeitos e duração máxima de até 4 turnos;

OBS: Mesmo um encantamento lendário depende do efeito esperado para definir a quantidade máxima de dano e turnos ativos. É comum que a quantidade varie muito de acordo com a qualidade do post, mas em especial sempre é levado em consideração uma média entre a capacidade do encantador e os efeitos esperados, uma vez que naturalmente alguns dos efeitos podem causar mais dano enquanto outros causam menos, porém, talvez recebam a duração máxima permitida.

A capacidade de criação do encantador segue as tabelas abaixo:

Legenda:

• 1 - Comum;
• 2 - Intermediário;
• 3 - Épico;
• 4 - Lendário;

Nível 20:

• Runas Básicas: 1
• Runas Intermediárias: 0
• Runas Avançadas: 0

Nível 30:

• Runas Básicas: 2
• Runas Intermediárias: 1
• Runas Avançadas: 0

Nível 50:

• Runas Básicas: 3
• Runas Intermediárias: 2
• Runas Avançadas: 1

Nível 60:

• Runas Básicas: 3
• Runas Intermediárias: 3
• Runas Avançadas: 2

Nível 70:

• Runas Básicas: 3
• Runas Intermediárias: 3
• Runas Avançadas: 3

Nível 85 - Mestre Rúnico:

• Runas Básicas: 4
• Runas Intermediárias: 4
• Runas Avançadas: 4

OBS: O nível Mestre Rúnico só pode ser alcançado por personagens de nível 85 ou superior que já tenham concluído com sucesso pelo menos 50 encantamentos.

Exemplo

Um personagem de nível 60 que aplica uma Runa Avançada em um determinado item, mesmo tendo sucesso, alcançará no máximo um encantamento de nível intermediário. Portanto, os efeitos na arma terão ação máxima de nível intermediário e essa será a indicação na descrição final do item.

Funcionamento das Runas

Como dito anteriormente, as runas estão separadas entre comuns, intermediárias e avançadas. Cada uma das categorias apresenta uma lista de possibilidades diferentes que podem ser exploradas pelo encantador. Essa divisão existe não só para separar o nível mínimo para se trabalhar com as runas, mas também indicam a dificuldade apresentada em cada trabalho.

As runas são símbolos mágicos, também conhecidos como "palavras de poder", que representam situações e características específicas em suas determinadas fontes rúnicas. A arte da sua utilização é tão antiga e enigmática que até hoje não foram desvendadas todas as runas, sendo possível ocasionais descobertas de novos símbolos funcionais.

Como são Escritas


Quando usadas para encantamentos, as runas costumam ser escritas com varinhas, mas podem ser criadas com outros artefatos mágicos que possuam autoridade para amplificar, canalizar e/ou concentrar a magia do portador. Em alguns casos raros, os mais experientes encantadores conseguem fazer o processo com os próprios dedos.

É preciso ter conhecimento e poder suficiente para trabalhar com as runas, e cada tipo de runa exige um potencial diferente do encantador. Trabalhar com uma runa sem antes tê-la estudado para seguir os procedimentos corretos pode gerar diversos problemas, chegando a causar acidentes como explosões, descargas de energia ou até mesmo maldições que podem afetar o item, o encantador e - em casos mais extremos - até as pessoas em volta. Não é incomum ver encantadores iniciantes destruindo as armas ou artefatos com os quais trabalham.

Para escrever uma runa é necessário conhecimento e concentração. O primeiro passo é selecionar a runa ideal para o efeito esperado. O segundo é concentrar-se apenas na palavra de poder correta e mentalizar o efeito esperado. Só então é que se inicia o processo de criação da runa, onde se gera um fluxo de magia e energia que parte do corpo do encantador para o item que será utilizado na transcrição, servindo como a "tinta" do processo. Caso esteja fazendo isso corretamente, um leve brilho deixará seu rastro como a tinta de uma caneta, e então qualquer erro ao desenhar pode anular ou azarar todo o processo.

Cada runa, ao ser trabalhada corretamente, reage de uma forma diferente, ganhando um brilho de cor específica que pode ser reconhecido com certa facilidade por encantadores experientes. Isso pode ser usado para identificar falhas no processo. Uma runa de gelo, por exemplo, deve ganhar um tom de azul claro. Qualquer outra cor ou tonalidade de azul pode indicar que algo não foi feito da maneira certa, e então os efeitos da runa podem fugir do esperado.

Falhas na Criação


Quando uma runa é feita de maneira incorreta, os problemas podem ser variados. Quando o erro for simples, apenas a cor diferenciada indicará que algo não está certo, e então o encantador pode apagar a runa e começar novamente. Ainda assim, o processo de apagar runas é delicado e deve ser feito com cuidado para que os efeitos negativos do erro não se manifestem em resposta.

Para apagar uma runa, o encantador deve cobri-la por completo utilizando a mão, ou parte dela. Depois de cobrir cuidadosamente a runa, ele deve se concentrar no fluxo de energia da mesma e equilibrar o próprio fluxo em sua mão a fim de que ambos sejam iguais ou muito próximos. Caso faça isso corretamente, o encantador poderá dissipar a energia da runa, apagando-a por completo.

Se o encantador aplicar energia demais sobre a runa que pretende apagar, a runa pode responder agressivamente contra o mesmo antes de se dissipar ou selar definitivamente no item. Em muitos casos a resposta se dá com uma descarga de energia que pode ser fraca ou mesmo forte o suficiente para jogar o encantador para trás. Outro exemplo comum de resposta seria uma explosão, que também pode ser de pequeno porte ou ser grande o suficiente para causar algum estrago ao encantador e ao ambiente. No pior dos casos, a runa pode amaldiçoar o encantador, o item ou até mesmo ambos.

Quando o erro não for tão simples, a runa pode responder negativamente de maneira imediata. Escrever a runa pensando em outra palavra ou em um efeito que não lhe diz respeito ou fazer seu desenho muito fora dos padrões, por exemplo, são casos em que a runa daria uma resposta imediata, acabando com o atual processo de encantamento e causando alguma adversidade como as já citadas acima.

Selamento Rúnico


Quando as runas são criadas com sucesso, elas possuem uma durabilidade limitada. Para que os símbolos sejam de fato "absorvidos" e unificados com o item, é necessário que seja feito um selamento. Quando o selamento é feito, as runas podem ou não ficar ocultas, de acordo com a vontade do encantador no momento em que as sela. Caso decida mantê-las visíveis, as runas somente emitirão seus respectivos brilhos quando tiverem seus efeitos ativados. Mesmo quando escondidas, as runas invisíveis podem ser momentaneamente reveladas por qualquer personagem que possua ligação direta com magia com um simples passar de mãos sobre o item.

Existem duas maneiras de fazer o selamento das runas:

1- Utilizando a runa de selamento;
2- Utilizando uma habilidade de selamento.

A diferença entre um processo e outro se dá basicamente em sua complexidade e dificuldade na hora de trabalhar. A runa de selamento é a mais delicada de todas, já que precisa harmonizar com todas as demais runas aplicadas ao item. Ela deve ser feita apenas no final do processo, visto que um mesmo item não é capaz de receber duas runas de selamento. Assim, errar nessa etapa da criação pode comprometer todo o trabalho e causar os mais diversos efeitos negativos. Semideuses que adquirem a capacidade natural para o selamento de runas, entretanto, conseguem realizar esse processo com um pouco mais de segurança e estabilidade.

A habilidade de selamento, diferente da runa específica que é escrita no próprio item, é aplicada sobre cada runa individualmente, exigindo tanta concentração e conhecimento quanto é necessário para escrever ou apagar os símbolos. As principais vantagens desse método é que eventuais erros causam menos estragos e não comprometem, necessariamente, todo o processo, além de tornar possível o selamento de runas posteriores a um outro selamento.

A utilização da habilidade de selamento é semelhante ao processo para apagar runas, sendo requisitada grande habilidade a fim encontrar o equilíbrio necessário para não receber respostas inesperadas e nem apagar o símbolo em questão. Colocando a mão sobre a runa, deve-se encontrar o fluxo necessário para o processo de apagar. Quando encontrar o ponto ideal, não deve se manter nele por muito tempo, aumentando gradativamente a energia aplicada enquanto toma cuidado para não exagerar e causar efeitos negativos. Se o processo for feito de forma correta, a runa deixará de lutar com o encantador e se fixará no item, como esperado.

Tentar colocar uma segunda runa de selamento em um item que já possui runas seladas pode causar efeitos diversos que variam de acordo com as runas já seladas. Se um item possuir dois encantamentos fortes gerados por duas runas avançadas fixadas com uma de selamento, por exemplo, e então for acrescentada outra runa de nível avançado, ao escrever a segunda runa de selamento, o efeito negativo será equivalente a soma de todos os símbolos ali presentes. No caso, ativará as respostas negativas de três runas de carga avançada e das duas runas de selamento, que possuem por padrão carga de runas intermediárias, sendo a única de nível básico com tamanho potencial de energia mágica.

Apagar runas seladas por meio da habilidade de um semideus, ou seja, aquelas que não estão vinculadas à uma runa de selamento mas ainda assim estão vinculadas ao item permanentemente, segue a mesma base utilizada parar apagar runas durante o processo de criação. A única diferença é que a resistência e energia necessárias no processo serão maiores.

Apagando Runas de Selamento


As runas se selamento possuem um comportamento único que destoa das demais runas. É preciso no mínimo nível 35 para conseguir apagar uma runa de selamento, caso contrário, os efeitos negativos são certos, visto que o personagem não possuirá energia suficiente para lidar com o comportamento instável do símbolo em questão. O processo é muito semelhante ao utilizado para apagar runas durante a criação, mas possui particularidades para diferentes casos.

O primeiro caso se dá quando o efeito esperado é o de desvincular todas as runas já aplicadas ao item. Nessa situação, a runa de selamento responderá por todas as runas seladas de uma única vez. O fluxo necessário varia constantemente por conta das diferentes representações, e o encantador precisa saber ler e acompanhar a energia a fim de não passar e nem deixar faltar, atendendo em tempo quase imediato aos pedidos da runa. Se esse processo for feito de forma errada, a energia de todas as runas se manifestará de maneira agressiva contra o encantador, causando danos que podem chegar a ser fatais em casos extremos onde um encantador erra tentando apagar runas mais fortes do que o seu potencial permite criar.

Quando o processo acima é bem sucedido, todo o trabalho mágico feito anteriormente no item é completamente dissipado, sem chances de retorno ou reaproveitamento.

O segundo caso é ainda mais delicado. Ele só pode ser alcançado por personagens experientes, e por isso é necessário nível 50 ou superior, além de ter completado com sucesso pelo menos 20 encantamentos. Quando se espera apagar a runa de selamento sem comprometer o trabalho anterior, o encantador deve ter alto conhecimento sobre as runas que foram seladas no item a fim de conseguir identificar os diferentes fluxos de energia emitidos por cada uma delas. Isso acontece porque, durante a variação constante de fluxos, o encantador deve se manter sempre um pouco abaixo da energia gerada pelas runas seladas, mas ao mesmo tempo, deve sempre acompanhar e aumentar gradativamente a energia que representar a manifestação da própria runa de selamento.

Como a energia apresentada pela runa de selamento é constantemente aleatória, o encantador deve se manter atento ao único fluxo de energia que destoa daqueles conhecidos pelas demais runas presentes no item, que sempre são fixos. Portanto, a delicadeza e potencial mágico necessário para esse serviço justificam os requisitos para a sua realização.

Capacidade dos Itens

A capacidade de um item para apresentar determinados efeitos, mágicos ou físicos, está diretamente ligada ao nível de qualidade de forja do mesmo. Itens classificados com forja comum não são tão resistentes quanto itens considerados épicos, por exemplo. A quantidade de efeitos mágicos pode ser limitada por um efeito físico, e vice-versa.

Itens Comuns: Suportam apenas um único efeito;
Itens Intermediários: Suportam até dois efeitos;
Itens Épicos: Suportam até três efeitos;
Itens Lendários: Suportam até três efeitos.

Exemplo: Um item épico que possui um mecanismo físico permitindo que ele produza uma descarga elétrica ao primeiro contato ainda pode receber dois efeitos, sejam eles mágicos ou físicos, já que um dos efeitos já foi ocupado pelo mecanismo.

Vale ressaltar que aplicar runas a fim de gerar efeitos acima do limite da resistência de um item também gera uma resposta negativa imediata da runa que, além dos revés já exemplificados no sistema, muitas vezes causam danos consideráveis aos aspectos físicos do próprio item. Em casos mais extremos, quando as runas e os encantamentos aplicados incorretamente são muito poderosos, o item pode ser completamente destruído no processo.

OBS: Os itens, além da quantidade de efeitos suportados, seguem uma base com outras características máximas de acordo com cada categoria. Itens lendários recebem outros benefícios, ainda que aguente a mesma quantidade de efeitos de itens épicos. Para mais informações, consulte a base de itens ou o sistema de forja.

Essências

Texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto.

Poções

Texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum